WILTON JUNIOR / ESTADÃO
WILTON JUNIOR / ESTADÃO

Avó, neta e motorista estão entre os mortos no temporal do Rio

Vítimas estavam em táxi soterrado após deslizamento em Botafogo, na zona sul; bombeiros levaram 12h para chegar ao local

Roberta Jansen, O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2019 | 16h39

RIO – Uma senhora, uma criança de 6 anos e um motorista, que estavam desaparecidos desde a noite de segunda-feira, estão entre os mortos no Rio de Janeiro após as fortes chuvas que atingiram a capital fluminense. Os três corpos foram encontrados em um táxi soterrado num deslizamento na Avenida Carlos Peixoto, em Botafogo, na zona sul da cidade. 

A informação foi confirmada pela delegada Valéria Aragão, da 12ª Delegacia de Polícia. Ela está no local do acidente, uma ladeira que passa por trás do shopping Rio Sul e é uma via alternativa de ligação entre Botafogo e Copacabana. “Certamente é o táxi que estava desaparecido”, afirmou a delegada, que ficou visivelmente emocionada ao dar entrevista confirmando as mortes. 

Avó e neta estavam no Rio Sul, e participavam de um aniversário, quando o temporal começou. Lúcia chegou a trocar mensagens com a família às 21h45 da noite de segunda, dizendo que já estava dentro de um táxi a caminho de casa, em Copacabana. O GPS do táxi indicou a localização do veículo. 

Os pais de Júlia estão de férias, na Califórnia, mas já teriam sido avisados da tragédia e estariam voltando ao país, segundo parentes. No lugar onde o táxi foi soterrado, estariam ainda outros dez carros – aparentemente eles estariam estacionados na região e não ocupados. A delegada agora quer entender por que os bombeiros demoraram mais de 12 horas para chegar ao local do acidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.