Tasso Marcelo/AE
Tasso Marcelo/AE

Balanço da polícia no Rio mostra 466 armas aprendidas

Resultado das operações também aponta a apreensão de mais de 300 quilos de cocaína nas favelas do Complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro

estadão.com.br,

03 de dezembro de 2010 | 22h06

RIO - A Polícia Civil do Rio divulgou um balanço de prisões e apreensões feitas desde o início das operações de combate ao tráfico de drogas na cidade. Entre o dia 21 de novembro e a última quinta-feira (2 de dezembro), foram recolhidas 466 armas, sendo 136 fuzis, 35 metralhadoras, 18 submetralhadoras, 169 pistolas, 56 revólveres, 18 carabinas e 34 espingardas.

Veja também:

linkPreso suposto chefe do tráfico na Favela da Fazendinha, no Alemão

mais imagens Veja fotos da onda de ataques no Rio

especialINFOGRÁFICO - O mapa das facções cariocas

tabela CRONOLOGIA - A crise de violência carioca

Foram encontradas também 38 granadas, 6 bombas artesanais e 9 objetos identificados apenas como "materiais bélicos".

Também foi registrada a apreensão de uma grande quantidade de drogas nas favelas do Complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro, uma vez que as comunidades funcionavam como um entreposto de distribuição para as demais favelas dominadas pelo Comando Vermelho. Foram apreendidas 33,8 toneladas de maconha, 313,9 quilos de cocaína, 1,9 quilo de haxixe e 54 quilos de crack.

A polícia contabiliza também 118 pessoas detidas, sendo 84 por associação para o tráfico.

Na quinta-feira, o governador Sérgio Cabral Filho (PMDB) afirmou que a operação no Complexo do Alemão seria de longo prazo para a "recuperação do território para os moradores". Ele também destacou que a maior parte da população estava de acordo com as ações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.