Reprodução
Reprodução

Bandidos fazem arrastão em bares da zona sul do Rio

Cabine da Polícia Militar, perto dos locais de assalto, estava sem policiais; ladrões levaram celulares, carteiras, bolsas e dinheiro dos caixas

Roberta Pennafort, O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2017 | 17h23

RIO - Um grupo de assaltantes armados fizeram um arrastão em bares de Botafogo e do Flamengo na madrugada desta sexta-feira, 20. Eles começaram pelos bares que ficam na Rua Voluntários da Pátria, em Botafogo, e depois se encaminharam para a Rua Marquês de Abrantes, no Flamengo. Perto desse local, havia uma cabine da PM, que estava sem policiais, embora o sistema de ar condicionado e a luz estivessem ligados, de acordo com vítimas.

Os ladrões fugiram levando telefones celulares, carteiras, bolsas e também dinheiro que pegaram no caixa dos bares. As vítimas do roubo tentaram registrar a ocorrência em delegacias, mas foram orientadas pelos policiais de plantão a fazer a comunicação no sistema online. Nesta tarde, a Polícia Civil informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que soube dos assaltos pelas redes sociais, e que não foi localizado registro do caso no sistema online.

Desde o último sábado os policiais civis fazem uma paralisação em protesto contra a falta do pagamento do 13º salário. Os agentes estão formulando boletins apenas quando são crimes violentos (homicídios, latrocínios etc) ou que exijam ações imediatas, como roubos de carro. A decisão foi tomada em assembleia dos policiais no dia 12. Desde então, eles receberam o salário de dezembro. Mas não há previsão para o 13º. 

A Chefia de Polícia Civil não comenta a paralisação, por ser uma "decisão de entidade de classe", e esclarece que "os serviços emergenciais" estão sendo mantidos nas delegacias. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.