AFP | 05.08.2015
AFP | 05.08.2015

Bebê e adolescente morrem ao tentar fugir de arrastão no Rio

Carro onde vítimas estavam bateu em um poste; outros três passageiros seguem hospitalizados

Sérgio Torres, O Estado de S. Paulo

02 Novembro 2015 | 12h37

RIO - Um bebê de cinco meses e uma adolescente de 13 anos morreram no fim da noite desse sábado, 31, quando o carro em que estavam atingiu um poste em Cavalcanti, bairro na zona norte do Rio. O motorista do Corsa Sedan tentava fugir de um arrastão que ocorria naquele momento na rua Enaldo dos Santos Araújo.
Testemunhas contaram aos policiais que seis homens em três motocicletas interromperam o trânsito para saquear os ocupantes dos carros que passavam pelo local. No Corsa, estavam ao menos oito pessoas - dois bebês, uma criança, três adolescentes, uma mulher e um homem. Um dos adultos seria o motorista, que, na tentativa de escapar dos criminosos, derrubou um poste. O carro, atingido pelo poste na queda, ficou destruído.
Os assaltantes fugiram logo após o desastre. Todos os ocupantes do carro foram levados para o Hospital Salgado Filho, no Méier, também na zona norte. Apesar do socorro, morreram Sthela Fabíola da Silva, de 13 anos, e Bruna, de cinco meses. 
Continuam hospitalizados Stefane, de 13 anos, que passou por operação na bacia; um bebê de 11 meses; uma criança de 2 anos; e um adolescente de 17 anos, com traumatismo craniano. Os adultos, Bruno Moreira, de 26 anos, e Karla Kulman, de 21, receberam alta na manhã desta segunda-feira, 2.

Mais conteúdo sobre:
riocavalcantiarrastão no rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.