Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Rio de Janeiro receberá R$ 2 milhões do BNDES para o réveillon

Festa vai custar, ao todo, R$ 25 mi, entre verbas públicas e privadas; queima de fogos terá duração de 17 minutos

Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

19 Dezembro 2017 | 18h58
Atualizado 19 Dezembro 2017 | 23h02

RIO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) confirmou nesta terça-feira, 19, o patrocínio de R$ 2 milhões para o réveillon do Rio. A festa, que inclui o espetáculo de fogos de artifício na praia de Copacabana, o show da cantora Anitta no principal palco da orla e apresentações em outras bairros, custará R$ 25 milhões, entre recursos públicos e privados.

+++ Réveillon da crise tem quatro minutos a menos de fogos em Copacabana

A festa do réveillon será o primeiro dos cerca de 100 eventos de 2018, nas áreas de cultura, esporte, negócios, moda e gastronomia, que compõem o calendário do projeto “Rio de janeiro a janeiro”. A proposta foi idealizada por empresários do setor de entretenimento e encampada pelos governos federal, estadual e municipal para fomentar o turismo na cidade e ajudar na recuperação da economia local. 

+++ Réveillon no Copacabana Palace

A expectativa é que o crescimento do turismo no Rio seja de 20%, e que se movimentem investimentos privados de R$ 1 bilhão. Segundo o banco, “o réveillon constitui uma dupla oportunidade, na medida em que colabora para o fomento do turismo, e o seu consequente impacto econômico, ao mesmo tempo em que realiza uma ação massiva de valorização de sua marca.”

+++ Pacotes para viajar no Natal e no réveillon - escolha o seu

Em Copacabana, são esperados dois milhões de pessoas para a festa da virada. O espetáculo pirotécnico, com 25 toneladas de fogos, terá duração de 17 minutos - no réveillon passado, a queima de fogos durou 12 minutos - e será sincronizado com uma trilha sonora especialmente criada para o momento. O evento ainda terá telões e balsas oceânicas para dar suporte aos fogos. 

Além de Anitta, que se apresentará logo após o espetáculo pirotécnico, o réveillon terá a participação de escolas de samba campeãs do carnaval deste ano: Portela e Mocidade Independente.

Segundo a Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur), também haverá queima de fogos na Barra da Tijuca, na zona oeste. 

 

Turistas

Os hotéis já estão com previsão de 83% de lotação - em Copacabana e no Leme, na zona sul, o índice é de 92%, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (Abih-RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.