Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Boato de assalto fecha Quinta da Boa Vista e Museu Nacional

Todas as entradas foram bloqueadas sob a alegação de que 'não havia guardas em número suficiente para manter os portões abertos'

Roberta Jansen, O Estado de S.Paulo

02 Março 2018 | 21h20

Funcionários do Museu Nacional foram impedidos de entrar e sair de carro do parque da Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, na zona norte do Rio, porque todas as entradas de automóveis foram fechadas sob a alegação de que "não havia guardas em número suficiente para manter os portões abertos". 

+++ Museu Nacional, o mais antigo do Brasil, fecha por falta de dinheiro

Não houve aviso prévio. A decisão pegou todo mundo de surpresa na volta do almoço, por volta das 13 horas. Muitos tiveram que passar com o carro por cima da calçada para conseguir entrar ou sair do museu. Outros tiveram que pegar um caminho desconhecido, por dentro do Jardim Zoológico, para alcançar a saída. Visitantes foram barrados.

+++ Imperatriz celebra os 200 anos do Museu Nacional com história e ciência

"Não é a primeira vez que isso acontece", disse um funcionário da instituição. "Ficamos impedidos de entrar e sair do museu, nos causando um enorme transtorno."

De acordo com os funcionários, o problema está relacionado à exploração de um estacionamento particular no local, e não à segurança, uma vez que os acessos de pedestres permaneceram abertos.

+++ Guarda é assassinado ao tentar impedir assalto em frente à Quinta da Boa Vista

Em nota, a Fundação Parques e Jardins, da Prefeitura, que é responsável pela administração da instituição bicentenária, informou que "os acessos à Quinta da Boa Vista foram fechados temporariamente por medida de segurança em função da identificação de veículos suspeitos circulando no local. No entanto, não houve nenhuma ocorrência de assalto. Logo que a situação foi considerada normalizada, os acessos foram liberados e o parque voltou a funcionar normalmente". 

A fundação informou ainda que, para evitar novos transtornos, "será realizada uma reunião, na próxima semana, entre a gestão do parque e a Guarda Municipal, no sentido de ampliar a segurança do local".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.