Fernando Frazão/Agência Brasil - 28/12/2019
Fernando Frazão/Agência Brasil - 28/12/2019

Briga entre facções deixa três mortos e quatro feridos no Complexo da Penha, no Rio

Os feridos foram levados para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, e dois deles precisaram ser transferidos para o Hospital Municipal Souza Aguiar

Mariana Durão, O Estado de S. Paulo

31 de outubro de 2020 | 14h56

RIO - Três pessoas morreram e quatro ficaram feridas durante um tiroteio na noite desta sexta-feira, 30, no Complexo da Penha, na zona norte do Rio. Segundo informações preliminares da Polícia Militar, eles foram atingidos por criminosos que atuam na região contrária à Chatuba. 

De acordo com informações do RJTV, da Rede Globo, os mortos na guerra de facções foram identificados como Alan Ferreira Montenegro, o Da Lua, que era procurado por tráfico, receptação e homicídio; Pedro Henrique Lima Soares, que tinha condenação por tráfico e furto qualificado; e Rafael da Conceição Gomes, que não tinha passagens pela polícia.

Os feridos foram levados para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, e dois deles precisaram ser transferidos para o Hospital Municipal Souza Aguiar. Os corpos foram encaminhados para identificação no Instituto Médico Legal (IML) do Centro.

O policiamento foi reforçado nos acessos à comunidade e as investigações seguem em andamento na Delegacia de Homicídios da Capital (DH).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.