João Wassita/Suipa/Divulgação
João Wassita/Suipa/Divulgação

Cão é atingido por cinco tiros na zona norte do Rio de Janeiro

Balas acertaram virilha, pescoço, coxas e axila do vira-lata - cachorro sobreviveu e passa bem; caso aconteceu durante confronto em Coelho Neto

Constança Rezende, O Estado de S.Paulo

12 Julho 2016 | 13h34

RIO - Um cachorro foi atingido por cinco tiros nesta segunda-feira, 11, no bairro Coelho Neto, zona norte do Rio de Janeiro. Segundo moradores, ele teria sido atingido durante um confronto entre criminosos. Os tiros atingiram uma virilha, o pescoço, as coxas e uma axila. O cão vira-lata, de aproximadamente 3 anos, sobreviveu. 

De acordo com a Sociedade União Internacional Protetora dos Animais (Suipa), que prestou os primeiros entendimentos, o cachorro passa bem. O cão foi resgatado próximo à Avenida Brasil, na altura do bairro.

"A Suipa, com o carro emprestado de um associado, foi ao local, assim que soube do fato por moradores. A princípio, não há projétil alojado do cachorro", informou a instituição em mensagem publicada em redes sociais.

Segundo a presidente da Suipa Rio, Izabel Cristina Nascimento, cerca de quatro animais são feridos por bala perdida, por mês, no Rio. O atendimento, acrescentou ela, está prejudicado, pois uma ambulância da instituição, doada por associados, foi roubada. A outra está com problemas de manutenção.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro Avenida Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.