Divulgação
Divulgação

Carro do prefeito de Mesquita é atacado em Duque de Caxias

Segurança de Gelsinho Guerreiro (PSC), que também estava no veículo, trocou tiros com suspeitos; ninguém se feriu ou foi preso

Tiago Rogero, O Estado de S. Paulo

24 de novembro de 2014 | 08h46

RIO - O carro do prefeito de Mesquita, Gelsinho Guerreiro (PSC), foi atacado na noite deste domingo, 23, por criminosos quando o político chegava em casa, por volta das 22h, no bairro Califórnia, em Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense. O segurança do prefeito, que estava no carro, trocou tiros com os suspeitos. Ninguém ficou ferido ou foi preso. Ao registrar o caso na delegacia, o prefeito afirmou que foi um atentado.

"Quando paramos o carro em frente à minha casa, um outro veículo, preto, parou a cerca de cinco metros. Três homens desembarcaram e começaram a atirar", disse Guerreiro. "O meu segurança agiu rapidamente e revidou. Não foi uma tentativa de assalto. Os homens já desceram do carro atirando", afirmou o prefeito de Mesquita, que registrou o caso na 53ª Delegacia de Polícia (Mesquita).

O prefeito contou que duas mulheres passavam pela calçada na hora do ataque, mas não se feriram. Policiais fizeram buscas para encontrar os suspeitos. As imagens das câmeras de segurança da casa do político serão encaminhadas à polícia para ajudar na identificação dos criminosos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.