Chuva mata três pessoas no Rio

Pelo menos 10 bairros ficaram sem luz na cidade. Os mais prejudicados pela forte chuva foram Realengo, Padre Miguel, Jacarepaguá, Cidade de Deus, Freguesia e Itanhangá

Ricardo Valota, do www.estadao.com.br,

14 de março de 2009 | 05h50

Três pessoas, entre elas um casal de adolescentes que moram na Favela da Rocinha, no Rio, morreram em decorrência da forte chuva que atingiu parte da região metropolitana do Rio no início da noite de sexta-feira, 14.

 

No aterro sanitário de Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, o eletricista Leandro Andrade da Silva, de 25 anos, foi atingido por um raio. Já na Cachoeira do Itanhangá, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, Vanessa Gomes Pontes, de 13 anos, e um garoto identificado apenas como Gabriel, de 12 anos, morreram afogados após serem surpreendidos e arrastados pela água quando brincavam na região.

 

Pelo menos 10 bairros ficaram sem luz no Rio. Os mais prejudicados pela forte chuva foram Realengo, Padre Miguel, Jacarepaguá, Cidade de Deus, Freguesia e Itanhangá. Os aeroportos Santos Dumont e Internacional Tom Jobim tiveram que ser fechados, pois a segurança ficou comprometida pelas más condições climáticas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.