EFE / Marcelo Sayão
EFE / Marcelo Sayão

Chuva no Estado do Rio deixa desalojados e desabrigados

Duque de Caxias e Teresópolis foram as cidades mais afetadas; na capital, são 51 ocorrências de alagamentos e deslizamentos

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

14 Novembro 2016 | 18h21

RIO - A chuva que atinge o Estado do Rio desde a última sexta-feira, 11, deixou desalojados em Duque de Caxias (Baixada Fluminense) e Teresópolis (região serrana) e causou estragos em vários municípios.

Na capital, a Defesa Civil registrou até a tarde desta segunda-feira, 14, 51 ocorrências, como alagamentos e deslizamentos. Os maiores índices de chuva foram registrados em Anchieta, Grajaú (ambos na zona norte), Copacabana (zona sul) e Senador Vasconcelos, na região de Campo Grande (zona oeste). Foram vistoriados 29 imóveis com rachaduras, infiltrações ou goteiras. Também houve oito casos de desabamentos de muros.

Em Duque de Caxias, o bairro mais afetado foi Imbariê, onde várias ruas ficaram intransitáveis em razão de alagamentos. Pelo menos 20 pessoas estão desalojadas.

Em Teresópolis, 40 pessoas ficaram desalojadas porque suas casas estão alagadas ou sob risco de desabar. Foram registradas 37 ocorrências, a maioria no bairro Vale da Revolta.

Em Petrópolis, também na Região Serrana, três imóveis foram interditados por risco de desabamento e 12 pessoas ficaram desalojadas.

Três trechos da rodovia BR-040, na serra de Petrópolis, estão parcialmente interditados em razão de deslizamentos de terras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.