Ciclista é arrastado por três quilômetros em Cabo Frio

Celso Brito Lima, de 60 anos, morreu na hora; motorista de pick-up, que ainda não foi identificado pela polícia, fugiu sem prestar socorro

Thaise Constancio, O Estado de S. Paulo

30 de setembro de 2014 | 09h43

RIO - Um ciclista foi atropelado e arrastado por três quilômetros em Cabo Frio, na Região dos Lagos fluminense, na noite do último domingo, 28. Celso Brito Lima, de 60 anos, morreu na hora. O motorista da pick-up, que ainda não foi identificado pela 126ª Delegacia de Polícia (Cabo Frio), fugiu e ainda não se apresentou à polícia.

Imagens de uma viatura da Polícia Militar mostram o rastro de sangue deixado desde a Avenida Wilson Mendes, no bairro Jacaré, onde Celso foi atropelado, até a Rua Capri, no bairro Jardim Excelsior, onde o corpo foi encontrado.

Já imagens de uma câmera de segurança obtidas pelo portal G1 mostram o momento em que o motorista passa pela Rua Capri e faíscas saem da parte de baixo do veículo. O homem para o carro, vê o corpo embaixo do veículo e segue viagem.

Segundo a polícia, testemunhas gritaram para avisar ao motorista que o corpo de Celso estava preso à pick-up, mas ele seguiu o percurso.

O corpo do ciclista só foi liberado no fim da noite desta segunda-feira, 29, porque ele estava sem documentos, o que dificultou a identificação. A Polícia Civil, agora, ouve testemunhas e analisa imagens de câmeras de segurança para tentar identificar o motorista.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio de JaneiroCabo FrioCiclista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.