Marcos Arcoverde/Estadão
Marcos Arcoverde/Estadão

Com bloqueio, PMs derrubam muro de batalhão para sair com viaturas

Segundo mulheres que faziam protesto no 27º BPM, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio, policiais usaram picareta para abrir buraco de 3 metros de largura

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

10 Fevereiro 2017 | 15h30

RIO - Como a entrada principal do 27º Batalhão da Polícia Militar, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro, estava bloqueada por um grupo de familiares de policiais militares, agentes do batalhão derrubaram parte de um muro para sair com os veículos, na manhã desta sexta-feira, 10. A denúncia foi feita pelas mulheres, que contam ter flagrado a saída de quatro viaturas pelo espaço.

"Nós chegamos às 5 horas e desde então nenhum veículo saiu pela entrada principal. Mas por volta das 6 horas percebemos quatro viaturas já fora do batalhão e vimos o buraco por onde elas passaram", conta Melina,  mulher de um PM. "E teve policial que pulou o muro para sair para o trabalho."

O buraco no muro tem cerca de três metros de largura e, segundo as mulheres, foi aberta com uma espécie de picareta.

"Contávamos com o décimo terceiro e com as gratificações, que deveriam ter sido pagas no ano passado e até agora nada. Além disso, as viaturas e os coletes de proteção estão sucateados. Outro dia um policial ficou sem freio na viatura. Se o governo não tivesse roubado tanto, teria dinheiro para essas despesas", afirma a mulher de outro PM, que não quis se identificar.

Mais conteúdo sobre:
Santa CruzRio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.