Confronto deixa 3 mortos e 4 feridos em Manguinhos, no Rio

Entre os feridos, estão duas meninas de cerca de 15 anos que foram levadas ao Hospital Getúlio Vargas

Talita Figueiredo, de O Estado de S. Paulo,

12 de fevereiro de 2008 | 23h00

Três supostos traficantes morreram e pelo menos outras quatro pessoas ficaram feridas nesta terça-feira, 12, durante trocas de tiros entre policiais e traficantes nas favelas Mandela 1 e 2, em Manguinhos, na zona norte do Rio de Janeiro. Até o fim da noite desta terça, era tensa a situação nas proximidades da favela. Segundo a polícia, moradores tentava fechar o trânsito na Rua Leopoldo Bulhões, próximo a um dos acessos à favela. O Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar foi chamado no meio da noite para auxiliar os policias militares do 22º Batalhão de Polícia Militar. Eles usaram um caveirão (carro blindado) para entrar na favela. Entre os feridos estão duas meninas de aproximadamente 15 anos, segundo o Hospital Getúlio Vargas, em Bonsucesso, para onde elas foram levadas. Nem o nome, nem o estado de gravidade das vítimas havia sido divulgado pelo hospital até o final da noite. Durante a tarde, a polícia apreendeu duas pistolas e material para enrolação de drogas. Segundo policiais do 22º BPM, a operação foi feita tentar prender uma quadrilha suspeita de roubar cargas dos Correios.

Tudo o que sabemos sobre:
tiroteio no Rioviolência no RioBope

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.