Confrontos entre PM e suspeitos deixam 7 mortos no Rio

Madrugada foi violenta em várias regiões da cidade; entre pessoas mortas, há um policial militar

Solange Spigliatti, da Central de Informações,

17 Janeiro 2010 | 13h57

Sete pessoas morreram, entre elas uma passageira de ônibus e um policial militar, após confrontos entre a Polícia Militar e suspeitos, em várias regiões do Rio, entre a noite de sábado e madrugada deste domingo, 17.

 

Na noite de sábado, a passageira Miriam Santos Souza, de 50 anos, foi baleada na cabeça por uma bala perdida e morreu quando estava em um ônibus na Tijuca, por volta das 22 horas.

 

No local, dois homens em uma moto estavam efetuando roubos pela redondeza quando foram abordados por policiais militares. Houve tiroteio nas ruas Professor Gabizzo e Haddock Lobo.

 

Além de Miriam, outro passageiro do ônibus, um homem, de 39 anos, ficou ferido com estilhaços e foi levado para o Hospital do Andaraí, sem gravidade. Os dois suspeitos também foram baleados e morreram no local.

 

Nesta madrugada, policiais militares foram recebidos a tiros na Favela Para-Pedro, em Colégio. Durante o tiroteio, três supostos traficantes foram alvejados e morreram no local. Foram apreendidas três pistolas, cápsulas de cocaína e munição.

 

Já na manhã deste domingo, um policial militar foi morto e outro ficou ferido após suspeitos atirarem contra a viatura, que estava no Centro de Convenções Sul América, próximo ao Viaduto Paulo de Frontin, no Rio C.

 

Segundo a PM, um Astra passou em frente à viatura por volta das 7h15, e atirou contra os policiais. O sargento Alexandre morreu e o soldado Wanzeler foi socorrido para o Hospital da PM, com ferimentos no abdômen, braço e perna. Ele não corre risco de morte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.