Tasso Marcelo/Estadão
Tasso Marcelo/Estadão

Confrontos na Penha deixam ao menos um policial militar ferido

PM de UPP foi atingido na Vila Cruzeiro, está internado sem risco de morte; na Chatuba também houve ataque de suspeitos

Carina Bacelar, O Estado de S. Paulo

04 Março 2015 | 13h53

RIO - A noite desta terça-feira, 3, registrou ao menos dois confrontos em comunidades com Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) no Complexo da Penha, zona norte do Rio de Janeiro. De acordo com a Coordenadoria de Polícia Pacificadora, por volta de 22h, policiais da UPP Vila Cruzeiro foram recebidos a tiros por bandidos armados na Rua 15, no interior da comunidade. Segundo a coordenadoria, houve confronto e um policial militar foi ferido. 

O PM foi levado para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha, e transferido logo depois para o Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), no Estácio. Ele passa bem e não corre risco de morte.

A Coordenadoria das UPPs informou ainda que a região está com policiamento reforçado. O caso foi registrado na 22ª Delegacia de Polícia (DP).

Já na comunidade da Chatuba, também na Penha, policiais da UPP local patrulhavam uma localidade conhecida como Favelinha por volta das 23h quando foram surpreendidos por homens armados. No confronto, os criminosos conseguiram fugir. Não há informações sobre feridos no confronto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.