Corpo de idoso morto em assalto na zona norte do Rio é velado

José Maria M. Coutinho foi abordado por criminosos em Vigário Geral; no momento, levava R$ 2, um Riocard e a identidade

Carina Bacelar , O Estado de S. Paulo

12 de junho de 2015 | 12h41

RIO - Foi velado na manhã desta sexta-feira, 12, o corpo de um idoso de 73 anos morto após um assalto na Avenida Bulhões Marcial, em Vigário Geral, na zona norte do Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Militar, bombeiros chegaram a ser acionados, mas José Maria M. Coutinho morreu no local. Logo depois, o corpo dele foi levado para o Instituto Médico Legal (IML).

No momento em que foi assassinado, o idoso levava R$ 2, um cartão Riocard e a carteira de identidade. 

De acordo com a Polícia Civil, o caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios (DH). Agentes já realizaram perícia no local e procuram ouvir testemunhas. A polícia busca câmeras que possam ter registrado o momento do crime. 

Coutinho morreu ao lado da mulher, com quem completaria 40 anos de casamento em julho. Os dois esperavam um ônibus para ir até a Clínica da Família Joãosinho Trinta, em Parada de Lucas, na zona norte, para realizar um exame quando foram dominados por dois homens armados em uma moto, usando capacete.

Os criminosos dispararam algumas vezes, e uma das balas atingiu o idoso à queima-roupa na altura do peito. 

Tudo o que sabemos sobre:
Rio de JaneiroViolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.