JOSE LUCENA/FUTURA PRESS
JOSE LUCENA/FUTURA PRESS

Corpo de taxista que caiu no mar ao tentar fugir de assalto é achado

Marcos Shybuia estava no carro estacionado embaixo de uma árvore, quando foi abordado por dois criminosos

Constança Rezende, O Estado de S.Paulo

01 de agosto de 2016 | 16h42

RIO - O corpo do taxista Marcos Shybuia, de 65 anos, foi encontrado por bombeiros, no fim da manhã desta segunda-feira, 1º, no mar, próximo à Maria da Glória, na zona sul do Rio, a cerca de 2,5 quilômetros do ponto onde desaparecera. Shybuia era procurado desde a noite de sábado, 30, quando caiu com o seu veículo na Baía de Guanabara, ao tentar fugir de um assalto perto do Monumento a Estácio de Sá, no Aterro do Flamengo. O táxi, que ficou preso nas pedras no local do acidente, também foi içado.

O cadáver foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O Corpo de Bombeiros usou uma moto aquática, três mergulhadores e duas equipes terrestres para localizar o corpo e retirar o táxi. Segundo testemunhas, Shybuia estava no carro estacionado embaixo de uma árvore, quando foi abordado por dois criminosos. De acordo com informações do 2º Batalhão de Polícia Militar (Botafogo), na tentativa de fugir dos ladrões, o motorista deu ré no veículo, que caiu na água.

Bombeiros do Quartel do Catete, na zona sul, chegaram ao local do acidente por volta das 22h50 de sábado, mas por causa das condições climáticas e da ressaca do mar, não foi possível salvar Shybuia. Dez bombeiros atuaram nas buscas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.