Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Corpo do atirador de Realengo é enterrado no Rio

Enterro não foi acompanhado por nenhum familiar; atirador foi enterrado em cova rasa comum

Marília Lopes, da Central de Notícias,

22 de abril de 2011 | 10h55

O corpo do atirador Wellington Menezes de Oliveira foi enterrado nesta sexta-feira, 22, no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, no Rio de Janeiro. O enterro aconteceu às 9 horas da manhã e não foi acompanhado por nenhum familiar de Wellington. Ele foi enterrado em uma cova rasa comum, segundo a administração do cemitério.

 

Veja Também:

video Crianças voltam às aulas em Realengo

video Assista a todos os vídeos deixados pelo atirador

especialPasso a passo do atirador dentro da escola

 

Duas semanas após o ataque na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, nenhum familiar do atirador compareceu ao Instituto Médico Legal (IML) para liberar o corpo. Como o prazo para a família fazer a liberação do corpo terminou ontem, 21, o IML autorizou o sepultamento no Caju.

 

Wellington Menezes de Oliveira matou 12 crianças e feriu outras 12 durante o ataque na escola municipal no dia 7 de abril. Após ser atingido na perna pelo disparo de um policial, Wellington se matou.

 

Em uma carta divulgada pela Polícia Civil após o massacre, Wellington deixou instruções sobre quem poderia mexer em seu corpo e como ele deveria ser enterrado. O atirador pedia para ser sepultado no Cemitério do Murundu, no Rio, ao lado de sua mãe adotiva, morta há dois anos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.