Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Corpo do atirador de Realengo é enterrado no Rio

Enterro não foi acompanhado por nenhum familiar; atirador foi enterrado em cova rasa comum

Marília Lopes, da Central de Notícias,

22 Abril 2011 | 10h55

O corpo do atirador Wellington Menezes de Oliveira foi enterrado nesta sexta-feira, 22, no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, no Rio de Janeiro. O enterro aconteceu às 9 horas da manhã e não foi acompanhado por nenhum familiar de Wellington. Ele foi enterrado em uma cova rasa comum, segundo a administração do cemitério.

 

Veja Também:

video Crianças voltam às aulas em Realengo

video Assista a todos os vídeos deixados pelo atirador

especialPasso a passo do atirador dentro da escola

 

Duas semanas após o ataque na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, nenhum familiar do atirador compareceu ao Instituto Médico Legal (IML) para liberar o corpo. Como o prazo para a família fazer a liberação do corpo terminou ontem, 21, o IML autorizou o sepultamento no Caju.

 

Wellington Menezes de Oliveira matou 12 crianças e feriu outras 12 durante o ataque na escola municipal no dia 7 de abril. Após ser atingido na perna pelo disparo de um policial, Wellington se matou.

 

Em uma carta divulgada pela Polícia Civil após o massacre, Wellington deixou instruções sobre quem poderia mexer em seu corpo e como ele deveria ser enterrado. O atirador pedia para ser sepultado no Cemitério do Murundu, no Rio, ao lado de sua mãe adotiva, morta há dois anos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.