Divulgação
Divulgação

Criança morre e 35 ficam feridas em acidente de ônibus

A batida aconteceu na RJ-160, em Cantagalo; garoto tinha 10 anos e era aluno da Escola Municipal Alberto Augusto Thomaz

Clarissa Thomé, O Estado de S.Paulo

02 Maio 2016 | 11h39

RIO - Uma criança morreu e 35 ficaram feridas em um acidente envolvendo um ônibus escolar e um caminhão na RJ-160, em Cantagalo, cidade de 20 mil habitantes na Região Serrana, a 200 quilômetros da capital fluminense. A batida aconteceu por volta das 6h30. 

O motorista do veículo escolar, que não teve o nome divulgado, contou à Polícia Militar que a manhã estava bem fria, com neblina baixa. Ele não percebeu o caminhão carregado de água parado no acostamento. Não havia sinalização na estrada. O motorista ainda tentou desviar do caminhão, mas não houve tempo. Parte da carreta entrou na lateral direita do ônibus. Davi Simas de Paula Miguel morreu na hora.

O garoto tinha 10 anos e era aluno da Escola Municipal Alberto Augusto Thomaz, no bairro Cantelmo. O Hospital Municipal de Cantagalo recebeu 35 crianças feridas, a maioria com ferimentos leves. Dois estudantes estão internados: Josilaine Suplício Pernambuco, de 14 anos, que sofreu fratura em uma das pernas e passa por cirurgia ortopédica; e Eurico Alves de Castro Neto, de 15, que sofreu traumatismo craniano e espera resultado de tomografia.

O ônibus transportava 57 crianças das Escolas Alberto Augusto Thomaz, Lameira de Andrade, no centro, e Maria Bellivene D'Olival, em Santo Antônio. O veículo havia partido do bairro Novo Horizonte, a cerca de dez quilômetros das escolas.

A prefeitura vai arcar com os custos do enterro de Davi e foi decretado luto oficial de três dias pela morte do menino, informou a assessoria de imprensa. Psicólogas da Secretaria Municipal de Educação foram enviados para dar apoio aos pais de Davi e às crianças que sofreram o acidente. 

O caso será investigado pela 153ª Delegacia de Polícia (Cantagalo).

Mais conteúdo sobre:
Polícia Militar Andrade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.