Divulgação
Divulgação

Criminosos atacam PMs após morte de sobrinha de chefe do tráfico

Ataque aconteceu contra homens da UPP da Cidade de Deus, na zona oeste do Rio; moradores da região ficaram em pânico

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

02 de junho de 2016 | 19h50

RIO - Criminosos atacaram a tiros policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Cidade de Deus, na zona oeste do Rio, após a morte de uma mulher, na tarde desta quinta-feira, 2. O confronto causou pânico no bairro. Comerciantes tiveram que fechar as portas de suas lojas e o trânsito ficou interditado em uma das principais vias do bairro.  Até as 19h30 não havia informações sobre feridos.

O ataque foi uma reação à morte de Priscila Gonçalves Leite, de 34 anos, sobrinha de Éderson José Gonçalves Leite, conhecido como Sam. Ele é considerado líder do tráfico na Cidade de Deus e está preso desde 2003 em uma penitenciária federal. As circunstâncias da morte de Priscila não foram esclarecidas.

Os criminosos atacaram policiais por volta das 15 horas, quando eles faziam ronda por um trecho da favela conhecida como Caratê. Os bandidos fugiram e a PM deslocou agentes do Batalhão de Choque e do 18º Batalhão (Jacarepaguá) para reforçarem o policiamento na comunidade.

Pelo menos um veículo foi incendiado e a Estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Moraes, uma das principais da região, ficou interditada por mais de uma hora. Às 19h30, o clima continuava tenso na Cidade de Deus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.