Criminosos explodem agência de banco na zona norte do Rio

Segundo testemunhas, ao menos 30 homens encapuzados e armados com pistolas e fuzis bloquearam os acessos ao bairro durante a ação

Lucas Gayoso, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2017 | 14h24

RIO - Uma agência do banco Bradesco, na Rua dois de Maio, no Largo do Jacaré, zona norte do Rio, foi explodida por criminosos, na madrugada desta sexta-feira, 16. Testemunhas contaram que pelo menos 30 homens, encapuzados e armados com pistolas e fuzis, bloquearam os acessos ao bairro durante a ação.

A agência ficou destruída após a explosão de cinco bombas. Segundo informações de testemunhas, os criminosos chegaram por volta das 2h30m, gritando o nome de uma facção criminosa de São Paulo, que seria rival da facção que atua no Jacarezinho. Eles fecharam a Rua Lino Teixeira, principal do bairro, e a saída do Viaduto Noel Rosa.

 Quando agentes da Polícia Militar chegaram ao local, os suspeitos já haviam fugido. Ainda não se sabe o valor levado. A Polícia Civil está investigando o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.