Reprodução / Facebook
Reprodução / Facebook

Bando para trânsito e foge atirando no Rio; tiroteio na Rocinha deixa mais 1 morto

Imagens flagraram criminosos fortemente armados fugindo em porta-malas de carros

Marina Dayrell e Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

26 Março 2018 | 10h49

SÃO PAULO - Criminosos trocaram tiros na manhã desta segunda-feira, 26, na região da Praça Seca, zona oeste do Rio de Janeiro. A cena foi flagrada pelo helicóptero da TV Globo. As imagens mostraram homens fortemente armados fugindo da Comunidade Bateau Mouche em direção à Comunidade da Chacrinha após o tiroteio.

+++ Após fim de semana violento, operação deixa mais um morto na Rocinha

O vídeo registrou homens armados sentados no porta-malas de carros, enquanto outros fugiam a pé. Alguns deles andavam calmamente pela via segurando fuzis. Um dos criminosos chegou a fazer sinal de parada para um automóvel que seguia na Rua Cândido Benício, em frente à estação do BRT. 

+++ Polícia Militar vai ocupar rodovias federais em SP

De acordo com o BRT, houve interrupção das linhas Fundão/Alvorada e Galeão/Alvorada por volta das 2h deste domingo, 25, devido à destruição de sete veículos e à depredação das portas de vidro da estação Praça Seca. A operação no corredor foi normalizada às 4h. 

A região das comunidades Bateau Mouche e Chacrinha é palco de constantes conflitos entre traficantes e milicianos desde dezembro de 2017, quando uma milícia que dominava a favela Bateau Mouche se dividiu por conta de divergências. Além dos milicianos, facções de traficantes também disputam o controle da região. 

Confira também vídeo postado na página 'Onde Tem Tiroteio' no Facebook.

+++ Região da Cidade de Deus, no Rio, tem tiroteio nessa sexta

Segundo a Polícia Militar, na manhã desta segunda-feira, policiais militares do 18º BPM (Jacarepaguá) foram acionados pela Central 190 devido a tiroteio entre criminosos das comunidades Chacrinha e Bateau Mouche, na Praça Seca. 

"Na chegada das equipes, os criminosos fugiram para o interior das comunidades. Policiais militares do Batalhão de Jacarepaguá, com apoio de equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), realizam operações nas duas comunidades e outras equipes realizam um cerco tático nos arredores", destacou a nota.

A operação está em andamento, três veículos, aparentemente utilizados pelos criminosos, estão sendo procurados no interior da comunidade Bateau Mouche.

Rocinha - Uma pessoa foi morta a tiros na Favela da Rocinha, na zona sul do Rio, na manhã desta segunda-feira. De acordo com informações da PM, era um traficante armado que entrou em confronte com o Bope. No fim de semana, outra operação da polícia na comunidade deixou 8 mortos. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.