Arquivo/AE
Arquivo/AE

Cristo Redentor é declarado Patrimônio Histórico do Brasil

Um dos principais cartões-postais do Rio de Janeiro fica no topo do morro do Corcovado e tem 38m de altura

EFE,

03 de dezembro de 2009 | 19h01

O Cristo Redentor, um dos principais cartões-postais do Rio de Janeiro, foi oficialmente declarado Patrimônio Histórico e Artístico do Brasil.

 

O decreto que imortaliza a famosa estátua de concreto armado, localizada no topo do morro do Corcovado e de 38 metros de altura, foi publicado nesta quinta, 3, no Diário Oficial da União.

 

Com a decisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o Estado agora é obrigado cuidar da manutenção do monumento e fica impedido de promover modificações estruturais no ponto turístico.

 

A declaração do Cristo Redentor como patrimônio histórico do país acontece dois anos depois de a estátua ter sido eleita uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo Moderno, junto com monumentos como a Muralha da China, as ruínas de Petra (Jordânia), as cidades de Machu Picchu (Peru) e Chichen Itza (México), o Coliseu de Roma e o Taj Mahal (Índia).

 

Considerado um símbolo do Rio de Janeiro junto com o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor vem passando por uma profunda reforma há alguns meses. As obras, solicitadas pela Mitra Diocesana do Rio de Janeiro, proprietária do monumento, incluem serviços de impermeabilização, eliminação de vazamentos, reestruturação do piso e melhorias no revestimento da cabeça da estátua.

Tudo o que sabemos sobre:
Cristo Redentor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.