Delegado é preso acusado de fazer falsa blitz em Niterói

Agente penitenciário também é preso; dupla estaria acompanhada de dois homens e teria extorquido motoristas

Pedro Dantas, do Estadão,

04 Setembro 2007 | 10h45

O delegado da 50ª Delegacia de Polícia de Itaguaí, Carlos Eduardo Hertal, foi preso junto com o agente penitenciário Marcelo Carvalho de Oliveira em uma falsa blitz em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro.   A dupla, que estaria acompanhada de mais dois homens, que estão foragidos, foram denunciados por vários motoristas que teriam sofrido abordagem e extorsão das 23h30 de segunda-feira, 3, até às 3 horas desta terça-feira, 4.   O 12º Batalhão da Polícia Militar mobilizou oito viaturas e 20 policiais militares para prender o grupo, que foi denunciado por um vigilante e um dentista que tiveram pertences e dinheiro roubado. O caso está sendo investigado pela 78º DP, no bairro do Fonseca em Niterói.

Mais conteúdo sobre:
delegado preso extorsão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.