Delegado que foi atacado no RJ recebe alta hospitalar

O delegado adjunto da Delegacia Anti-Seqüestro (DAS), Alexandre Neto, recebeu alta neste sábado após cinco dias de internação depois de sofrer um atentado em Copacabana, na zona sul do Rio. O delegado saiu em uma das três viaturas da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e da DAS e continuará sob escolta. Neto foi ferido por quatro dos oito tiros feitos pelo motorista um carro Polo Prata contra ele no último domingo. O policial teve o dedo médio amputado e recuperado com um transplante do dedo indicador, além de passar por cirurgias reparadoras para não perder os movimentos da mão direita. Ele não quis falar com a imprensa na saída do hospital.

PEDRO DANTAS, Agencia Estado

07 Setembro 2007 | 14h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.