Dois homens morrem em operação conjunta da PM e Bope no Rio

Depois de quatro dias de tiroteios entre grupos de traficantes rivais, a Polícia Militar e o Batalhão de Operações Especiais (Bope) ocuparam a região do morros da Serrinha e São José da Pedra, em Madureira, zona norte do Rio. Dois homens que seriam criminosos morreram durante a operação, duas pessoas ficaram feridas e um suspeito foi detido. Os policiais devem permanecer na comunidade por tempo indeterminado para evitar novas disputas por pontos de vendas de drogas.

12 Outubro 2010 | 15h24

A ação da polícia começou por volta de 6h da manhã. Cerca de 70 agentes do Bope e de cinco batalhões da PM trocaram tiros com traficantes de drogas que tentavam tomar o controle do Morro da Serrinha - atualmente dominado por uma facção rival. Depois de cerca de seis horas de operação e outros dois tiroteios, os policiais afirmaram que a situação havia sido controlada.

A guerra do tráfico no Morro da Serrinha, no Morro São José da Pedra e na Favela da Patolinha se intensificou na sexta-feira (8), quando criminosos do Complexo do Alemão - a poucos quilômetros dali - invadiram as comunidades e tentaram ocupar os pontos de venda de drogas. Tiroteios intensos durante o fim de semana provocaram pânico entre os moradores de Madureira e fecharam parte do comércio.

Na operação de ontem, a polícia fechou um dos principais acessos à Serrinha, entrou na comunidade com três veículos blindados e vasculhou as matas da região à procura dos traficantes. Foram apreendidos quatro fuzis, uma metralhadora, uma pistola, duas granadas e munição.

Mais conteúdo sobre:
tráfico

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.