Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Dois homens são encontrados mortos na Rocinha nesta segunda-feira

Ainda não há informação sobre as circunstâncias das mortes; corpos tinham muitos ferimentos, principalmente na cabeça

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

09 Outubro 2017 | 16h44
Atualizado 09 Outubro 2017 | 22h39

RIO - Dois homens foram encontrados mortos na manhã desta segunda-feira, 9, na parte alta da Favela da Rocinha, na zona sul do Rio. Os corpos, que não foram identificados, tinham vários ferimentos na cabeça. Nesta segunda-feira, a Polícia Civil também prendeu em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, um suposto segurança de Rogério 157, o chefe do tráfico de drogas do morro

+++ Projeto de tênis tira garoto de guerra na Rocinha rumo aos EUA

Pela manhã, houve tiroteios e um suposto toque de recolher de bandidos a moradores. Ainda não há detalhes sobre as circunstâncias das mortes.

+++ Tiroteio assusta Rocinha, em fim de semana marcado por confrontos

A comunidade está conflagrada desde 17 de setembro, quando traficantes de grupos rivais iniciaram um confronto pelo domínio do comércio de drogas na comunidade. No dia 22, 950 agentes das Forças Armadas fizeram um cerco ao local, na tentativa de prender criminosos e diminuir os confrontos. 

+++ Uma semana depois da saída das Forças Armadas, tiroteio deixa dois mortos e uma ferida na Rocinha

Preso

O homem preso nesta segunda-feira é Adaílton da Conceição Soares, conhecido como Mão, de 32 anos. Contra ele, há uma ordem de prisão por tráfico de drogas.

Ele foi detido em uma casa em Nova Iguaçu por policiais do setor de inteligência da Coordenadoria de Polícia Pacificadora e da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Jacarezinho, na zona norte.

Ele seria um dos principais aliados de Rogério Avelino da Silva, o 157. Foragido, Rogério disputa o comando do tráfico com Antônio Bonfim Lopes, o Nem, seu antigo parceiro, preso desde 2011.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.