Duas pessoas morrem após deslizamento de terra no Rio

Quatro ficam feridos e são encaminhados a hospital; 2 casas são interditadas por risco de novo soterramento

Alberto Komatsu, de O Estado de S. Paulo,

16 de dezembro de 2007 | 14h32

Duas pessoas morreram na noite de sábado, 15, após um deslizamento de terra em Petrópolis, região serrana do Rio, que destruiu duas casas. Eliane Siriaco, de 58 anos, e Camila Manso, de 6, não resistiram e morreram. O acidente ocorreu na Rua Luiz Winter, na comunidade São Jorge, localizada no bairro de Duarte da Silveira. Quatro pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas ao Hospital Santa Teresa. Duas casas foram interditadas por causa do risco de novo deslizamento. Na tarde deste domingo ainda estavam internadas no Santa Teresa Priscila da Pena Siriaco, de 22 anos, Bruna Manso, de 12 anos, Davi Manso, de 5 anos, e Vanda Maria Manso, de 43 anos. Segundo o hospital, todos estão fora de risco e Vanda poderiam receber alta ainda neste domingo. O deslizamento ocorreu por volta das 23h20 de sábado. Segundo a Defesa Civil de Petrópolis, não chovia na hora do acidente, mas nos três dias anteriores houve tempestades. A Defesa Civil investiga se o acúmulo de água no morro poderia ser a causa principal da queda de barreira. Na tarde deste domingo, uma equipe fazia a drenagem do morro para evitar novas quedas no local, que fica nas margens da estrada BR 40, que liga o Rio a Juiz de Fora (Minas Gerais). A Defesa Civil informou, por meio de comunicado, que a Prefeitura montou um posto avançado de assistência para atender as pessoas que tiveram de deixar suas casas. Os moradores da região estavam recebendo alimentação, roupas e colchonetes no posto avançado no Centro Comunitário do bairro. Segundo a Defesa Civil, desde 2001 já foram construídas 500 casas populares para atender as vítimas de chuvas. Outras 150 moradias estão sendo erguidas.

Tudo o que sabemos sobre:
Deslizamento de terraPetrópolis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.