Prefeitura do Rio de Janeiro/ Reprodução
Prefeitura do Rio de Janeiro/ Reprodução

'É fundamental, incontornável e irremediável mantermos medidas de afastamento', diz Crivella

Apesar de afirmar que manterá medidas como o fechamento do comércio, prefeito agradeceu o que chamou de “mensagem de otimismo do presidente” para a retomada da economia 

Mariana Durão, O Estado de S.Paulo

25 de março de 2020 | 11h52

RIO - O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, afirmou nesta quarta-feira, 25, em entrevista coletiva que é fundamental manter as medidas de isolamento da população ao menos pelos próximos 15 dias para evitar a propagação do novo coronavírus. Nesta quarta, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que pedirá ao Ministério da Saúde mudança na orientação de isolamento da populaçãoA recomendação defendida pelo presidente é de que o isolamento seja adotado apenas para idosos e pessoas com comorbidades (outras doenças). Em pronunciamento na terça-feira, Bolsonaro defendeu o fim do “confinamento de massa”, com a reabertura das escolas e do comércio. 

“É fundamental, incontornável e irremediável mantermos medidas de afastamento social nos próximos 15 dias”, afirmou Crivella. Apesar de afirmar que manterá medidas como o fechamento do comércio, ele agradeceu o que chamou de “mensagem de otimismo do presidente” para a retomada da economia. 

“O que entendemos do pronunciamento do presidente é que é preciso enxergar a luz no fim do túnel e mostrar às pessoas que o sacrifício de agora (distanciamento social) vai dar frutos”, amenizou o prefeito do Rio, para quem em 15 dias de afastamento é possível vislumbrar uma retomada das atividades.

Segundo a atualização mais recente do painel Rio Covid-19, da Prefeitura do Rio, os casos confirmados de coronavírus na cidade somam 278, espalhados por 49 bairros. Já os casos suspeitos são 166. A estimativa da Prefeitura, segundo Crivella, é chegar ao dia 28 de março com 300 infectados na cidade, contra uma previsão que poderia chegar a 2.200. O Estado do Rio tem seis mortes pela doença. 

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.