twitter.com/pmerj
twitter.com/pmerj

Em confrontos armados com a PM, dois criminosos morrem em menos de 24 horas no RJ

Nesse período, pelo menos três situações envolvendo tiros aconteceram na zona norte; moradores relataram vários tiroteios

Sara Abdo, O Estado de S.Paulo

25 Fevereiro 2018 | 04h17

Em menos de 24 horas dois criminosos morreram após entrarem em confronto armado com a Polícia Militar na cidade do Rio de Janeiro. Segundo a PMERJ, um deles havia roubado um carro e o outro era traficante de drogas. Entre sexta-feira e sábado, 24, houve relatos de vários tiroteios e o assassinato de dois seguranças de um bar na zona norte da capital carioca. 

+++ Comando Militar foi surpreendido com decisão de intervenção no Rio

A PM informou que na tarde de sexta-feira, 23, uma dupa de assaltantes na região de Irajá, na zona norte do Rio, forçou um motorista a descer do veículo e deixar parte de seus pertences. A vítima ainda estava na rua onde o caso ocorreu quando relatou à PM o incidente. Os oficiais chegaram a encontrar o carro, da marca Nissan. Houve confronto com os criminosos. A dupla estava armada, e um deles morreu enquanto o outro conseguiu fugir. A polícia conseguiu recuperar o carro da vítima.

+++ 'Contaminação de tropas federais por facções criminosas preocupa'

Também na zona norte, Complexo do Chapadão, na região do Irajá, outro bandido morreu. A polícia fazia buscas quando entrou em confronto com traficantes. Um dos criminosos estaria portando uma pistola, mas. apesar disso. foi atingido e acabou morrendo no Hospital Carlos Chagas, para onde foi socorrido.

Ainda na noite de sexta-feira, dois seguranças de um bar na região norte da cidade foram atingidos por atiradores que atacaram o local. A Delegacia de Homicídios da Capital confirmou o fato mas até a publicação desta nota não passou mais informações sobre o caso. Outras cinco pessoas teriam ficado feridas. 

Nas páginas no Facebook e no Twitter do Onde tem Tiroteiro - Rio de Janeiro, inciativa que visa informar o cidadão sobre as áreas de risco no Rio de Janeiro, há mais de 10 relatos de tiroteios em diferentes regiões da cidade. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.