Polícia Federal/Divulgação
Polícia Federal/Divulgação

Espanhol é preso no Galeão levando fóssil de peixe para a Europa

Polícia Federal encontrou duas pedras fossilizadas de 2,6 quilos durante a inspeção de bagagens; homem diz que as daria para filho

Danielle Villela, O Estado de S. Paulo

03 de julho de 2015 | 13h57

RIO - Um espanhol de 41 anos foi preso no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, na zona norte do Rio de Janeiro, quando tentava embarcar com um fóssil de peixe para Madri, na Espanha, na quinta-feira, 2. Duas pedras pesando aproximadamente 2,6 quilos estavam escondidas no interior da mala do estrangeiro e foram encontradas durante inspeção de bagagem despachadas, segundo informações da Polícia Federal.

O estrangeiro afirmou aos policiais federais que recebeu as rochas fossilizadas de um amigo e que as daria de presente para seu filho, que mora com o restante da família em Valladolid, na Espanha.

O espanhol trabalha há um ano no Brasil como coordenador geral de uma empresa multinacional da área de construção e manutenção de redes de gás.

Indiciado por descaminho, o espanhol foi levado ao Presídio Ary Franco, na zona norte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.