DIVULGACAO
DIVULGACAO

Falsos funcionários da Net assaltam apartamento de marchand em Ipanema

Arnaldo Brenha não estava em casa, mas três empregados e sua mulher foram rendidos, e ela teve de abrir cofres; ladrões fugiram

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

07 Agosto 2015 | 19h08

RIO - Dois homens que se passaram por funcionários da empresa de telecomunicações Net assaltaram o apartamento do marchand e antiquário Arnaldo Brenha, em Ipanema (zona sul do Rio), por volta das 15 horas desta sexta-feira, 7. Brenha não estava em casa, mas três empregados e a mulher do marchand, Fabiana Tapajós, foram rendidos, e ela teve de abrir os cofres onde guardava joias. Ninguém se feriu, e os ladrões conseguiram fugir.

Segundo as vítimas, os assaltantes chegaram usando uniformes e crachás com a logomarca da Net. Como o casal realmente aguardava técnicos da empresa, os empregados autorizaram a entrada. Ao entrar no apartamento, que tem 800 metros quadrados e fica no quinto andar de um prédio na Avenida Vieira Souto, de frente para a praia, os ladrões anunciaram o assalto e renderam os funcionários, que foram trancados em um dos cômodos.

A mulher de Brenha estava saindo do banho quando foi surpreendida pelos ladrões. Sob a mira de armas, ela foi obrigada a abrir os cofres onde mantinha sua coleção de joias e relógios. Os bandidos recolheram as peças e fugiram.

O caso está sendo investigado pela 14.ª DP (Leblon). O prédio tem câmeras de segurança, cujas imagens já foram solicitadas pela polícia.

Procurada pela reportagem para se pronunciar sobre o disfarce usado pelos ladrões, a Net não havia se manifestado até as 18h45 desta sexta.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro Ipanema Net

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.