Rio de Paz
Rio de Paz

Familiares de Rebeca e Emilly se encontram com o governador do Rio

Cláudio Castro prometeu uma rápida investigação para se chegar aos responsáveis pelos crimes

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

07 de dezembro de 2020 | 23h42

RIO - O governador em exercício do Rio, Cláudio Castro (PSC),  recebeu nesta segunda-feira, 7, a família de Emilly e Rebeca, as duas meninas que morreram baleadas em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na última sexta-feira, 4. No encontro, realizado no Palácio Guanabara, Castro prometeu uma rápida investigação para se chegar aos responsáveis pelos crimes.

"Quero me solidarizar, dizer que isso tem que acabar. Faço um compromisso aqui com vocês, nós vamos atrás dos culpados. Se for agente do poder público, vamos punir severamente do mesmo jeito. Me comprometo com a imparcialidade total", prometeu o governador aos familiares das vítimas.

A avó das meninas, Lídia da Silva Moreira Santos, pediu por justiça. "Quero que a Justiça seja feita. Chega dessa violência dentro das favelas, onde 99% das pessoas são trabalhadoras", comentou. Ela estava acompanhada da mãe de Emilly, Ana Lúcia Silva Moreira, e do pai de Rebeca, Maicon Santos, além do avô das meninas, Luís Roberto Santos.

Também participaram do encontro a a subsecretária de Vitimados, Pricilla Azevedo Barletta, integrantes da Defensoria Pública do Estado, da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa (Alerj), da Anistia Internacional e dos coletivos ‘Movimenta Caxias’ e ‘Coalizão Negro Por Direitos’.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.