Fernandinho Beira-Mar vai casar em presídio federal

Cerimônia religiosa com Jacqueline Alcântara de Morais vai acontecer com o sacerdote e duas testemunhas

João Naves, do Estadão,

13 de agosto de 2007 | 16h42

Luís Fernando da Costa, 40 anos, o Fernandinho Beira-Mar, decidiu se casar. Ele cumpre pena no Presídio Federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, desde o dia 25 de julho deste ano, onde deverá ocorrer a cerimônia religiosa com a presença da noiva, Jacqueline Alcântara de Morais, o sacerdote e mais duas testemunhas. "Quatro pessoas, é o máximo permitido para esse acontecimento", segundo informou o setor de Comunicação Social do presídio.   O casamento civil, será no Rio de Janeiro e Beira-Mar já assinou procuração para tanto. A advogada carioca, Gersi Mari Menezes Evangelista, está tratando dos trâmites no Rio de Janeiro, enquanto em Campo Grande, outro profissional procura organizar todos os documentos necessários para o religioso.   Ainda não há data marcada, podendo ser até o final deste mês ou no máximo "na chegada da primavera deste ano", segundo acreditam um dos informantes que preparam o casamento. Beira-Mar, pai de seis filhos, três deles com Jacqueline que namora há mais de 15 anos. Ela já foi presa na Colômbia, conseguiu fugir e quando chegou ao Brasil foi presa, e cumpriu pena por tráfico de drogas.

Tudo o que sabemos sobre:
Fernandinho Beira-Mar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.