André Teixeira/AGÊNCIA GLOBO
André Teixeira/AGÊNCIA GLOBO

Filho de Pitanguy é preso acusado de atropelar e matar operário; ele estaria embriagado

Empresário de 59 anos sofreu traumatismo craniano e está internado com escola policial; ele acumula 70 multas, 14 por embriaguez

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

21 Agosto 2015 | 17h33

RIO - O empresário Ivo Nascimento de Campos Pitanguy, de 59 anos, filho do cirurgião plástico Ivo Pitanguy, de 89 anos, foi preso em flagrante às 23h30 desta quinta-feira, 20, após atropelar e matar o operário José Fernando Ferreira da Silva, de 44 anos, na Rua Marquês de São Vicente, na Gávea, zona sul do Rio. Desgovernado, o carro de Ivo subiu na calçada e atingiu o operário.

Ivo Nascimento foi indiciado por homicídio culposo (sem intenção) e embriaguez ao volante. A acusação de embriaguez, por enquanto, foi baseada no depoimento de testemunhas do acidente, além de bombeiros e policiais militares que socorreram as vítimas. 

O filho de Pitanguy sofreu traumatismo craniano e um corte na cabeça e está internado com escolta policial no Hospital Municipal Miguel Couto, onde foi submetido a cirurgia. Seu estado é "estável", segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

O operário havia saído do trabalho, na construção da Linha 4 do Metrô, e estava na calçada quando foi atingido. Ele chegou a ser socorrido e teve uma perna amputada na tentativa de ser mantido vivo, mas morreu durante o atendimento no mesmo hospital onde Pitanguy está. Casado e pai de dois filhos, Silva será enterrado em Pernambuco, onde vive sua família.

Segundo a 14ª DP, onde o caso foi registrado, nos últimos cinco anos Ivo Nascimento acumulou 70 multas, 14 delas por embriaguez ao volante. Ao todo, o prontuário, de 23 páginas, soma 240 pontos. Em teoria, quem acumula 20 pontos em 12 meses tem a carteira temporariamente suspensa. Apesar de somar muito mais pontos, Ivo continuava dirigindo.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro Ivo Pitanguy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.