Secretaria Municipal de Ordem Pública/Divulgação
Secretaria Municipal de Ordem Pública/Divulgação

Fiscais barram festa para 500 pessoas na zona oeste do Rio

Ao todo, fiscalizações contra covid-19 registraram 1.829 autuações, com 85 multas aplicadas a bares, restaurantes e ambulantes, além de 30 estabelecimentos fechados no sábado

Denise Luna, O Estado de S.Paulo

18 de abril de 2021 | 13h40

RIO - A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) impediu a realização de uma festa com estrutura para 500 pessoas, na tarde de sábado, 17, no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio. Havia recepção para venda de ingressos e equipamento de som para show ao vivo, informou a Seop neste domingo, 18.

O município do Rio segue na faixa de risco muito alto, com medidas de proteção contra covid-19 mais restritivas até pelo menos 27 de abril. Está proibido qualquer evento que cause aglomeração, como festas, shows, rodas de samba e pagodes.

Desde o início da pandemia, o município soma 242.244 casos de covid-19, com 22.187 óbitos. A taxa de letalidade está em 9,2%, e a de mortalidade em 333,1 a cada 100 mil habitantes. A incidência da doença é de 3.636,6/100 mil.

"Quando a equipe de fiscalização chegou ao local, cerca de 50 pessoas estavam presentes. Todo o material da festa, como comidas e bebidas, total de 3.774 itens, foi apreendido e o responsável pelo estabelecimento foi multado por violação de medida sanitária", disse a secretaria em nota.

As fiscalizações da Seop contra covid-19 registraram 1.829 autuações no sábado, com 85 multas aplicadas a bares, restaurantes e ambulantes, além de 30 estabelecimentos fechados.

Em nove dias de fiscalização, o órgão registrou 13.065 autuações, entre multas e interdições a estabelecimentos, infrações sanitárias, multas de trânsito, reboques e apreensões de mercadorias. No período, as equipes aplicaram 624 multas a bares, restaurantes e ambulantes e fecharam 185 estabelecimentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.