Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Força Nacional começa a patrulhar acesso a favelas no Rio

Agentes estão nas vias de acesso do complexo de favelas da Pedreira e do Chapadão, na zona norte; objetivo principal é coibir roubo de cargas

Constança Rezende, O Estado de S.Paulo

15 Maio 2017 | 14h52

RIO - A Força Nacional de Segurança  começou a atuar no reforço da segurança do Rio na manhã desta segunda-feira, 15. Seus agentes estão em vias de acesso do complexo de favelas da Pedreira e do Chapadão, que ficam nos bairros de Costa Barros, Barros Filho e Pavuna, na zona norte. O objetivo é principalmente coibir o roubo de cargas de caminhões.

Em reunião no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) na semana passada, foi decidido que os agentes reforçariam o patrulhamento de vias expressas, como a Avenida Brasil e a Linha Vermelha, e das rodovias Dutra e Washington Luiz, que levam a São Paulo e a Minas Gerais. A ideia é que integrem um sistema operacional conjunto com as polícias do Rio e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), como foi feito durante o período da Olimpíada no Rio, dez meses atrás.

A tropa chegou ao Rio na terça-feira passada, 9, vinda de Brasília. Os agentes estão baseados no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da Polícia Militar do Rio (CFAP), em Sulacap, zona oeste da capital. Um dos objetivos do reforço é liberar PMs para atuar em outros pontos sensíveis, no patrulhamento de ruas e em ações em favelas.

Mais conteúdo sobre:
Rio Rio de Janeiro Força Nacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.