Governador libera R$ 1 bilhão para remoção de casas no Rio de Janeiro

Governador libera R$ 1 bilhão para remoção de casas no Rio de Janeiro

Áreas de 'altíssimo risco' são alvo principal da medida de Sérgio Cabral Filho (PMDB)

estadao.com.br

11 de abril de 2010 | 16h25

RIO - O governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB) anunciou na tarde deste domingo, 11, que utilizará R$ 1 bilhão para a remoção de casas situadas em áreas de "altíssimo risco". As remoções integram o Plano Diretor de Ocupação que o governo do estado disponibilizará para os municípios do Rio. De acordo com o governador, no próximo dia 15, o ministro da Fazenda Guido Mantega assinará a liberação de R$ 5,3 bilhões de recursos do Plano de Ajuste Fiscal. Parte desta verba será destinada às remoções.

 

Cabral esteve pelo terceiro dia consecutivo no Morro do Bumba, em Niterói, região metropolitana, onde estima-se que 150 pessoas estejam soterradas. Muito vaiado por cerca de 200 pessoas, ele atribui a manifestação popular a "políticos de quinta categoria".

 

"As casas de risco iminente serão removidas compulsoriamente. Este plano (Plano Diretor de Ocupação) vai solucionar o problema da moradia de risco no Rio", disse o governador.

 

Até o momento, 36 corpos e parte de outro foram retirados dos escombros do deslizamento. Somente nesta manhã, três corpos foram resgatado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.