Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Governo do Rio afirma que pagará despesas com enterro de menino morto no Alemão

Família de Eduardo, de 10 anos, quer enterrar o menino no Piauí

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

03 de abril de 2015 | 19h46

RIO - O governo do Estado do Rio anunciou no início da noite desta sexta-feira, 3, que arcará com todas as despesas de traslado e sepultamento do menino Eduardo de Jesus Ferreira. Eduardo, de 10 anos, morreu na quinta-feira, 2, com um tiro no complexo de favelas do Alemão. O disparo teria partido de um policial militar, segundo a família. A Polícia Militar (PM) não confirma, mas os policiais que participaram da ação que resultou na morte do garoto foram afastados do serviço de rua.



Por desejo da família, o garoto será sepultado no Piauí, Estado natal da mãe, Terezinha de Jesus.


Em nota, o governador Luiz Fernando Pezão declarou que o Estado está dando total assistência à família. "Estou profundamente consternado. Conversei com o seu José (pai de Eduardo) e me coloquei à disposição da família para ajudar a abrandar a dor no coração dele e da mãe", afirmou Pezão.


"Determinei a funcionários do Estado todo o empenho no auxílio à família que, hoje, vive uma dor inimaginável. Pedi também o máximo de rigor e celeridade nessa investigação. A morte do Eduardo não ficará impune. Não podemos perder nossas crianças de maneira brutal", defendeu Pezão.

Tudo o que sabemos sobre:
Complexo do Alemãomorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.