REUTERS/Sergio Moraes
REUTERS/Sergio Moraes

Rio deposita salários de janeiro de servidores da Segurança e Educação

Manifestação de familiares de PMs na porta dos batalhões chega ao 5º dia

Fernanda Nunes, O Estado de S. Paulo

14 Fevereiro 2017 | 18h50

RIO - No quinto dia de manifestação de familiares de policiais militares em portas de batalhões do Rio, em uma tentativa de forçar o pagamento de salários e benefícios atrasados, o governo do Estado depositou a remuneração de servidores públicos das áreas de Segurança e Educação, relativa ao mês de janeiro.

Ao todo, foram pagos nesta terça-feira, 14, R$ 920 milhões líquidos em salários. Da área de segurança, foram depositados salários para os policiais militares, policiais civis e bombeiros da ativa, inativa e pensionistas. Na Educação, apenas aos da ativa. 

Os policiais civis receberam o salário com até 10,22% de reajuste, equivalente à terceira parcela do aumento aprovado em 2014, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). O reajuste foi parcelado em cinco vezes. Já a Polícia Militar e os bombeiros receberam reajuste de 7,65%. Os salários de inspetores de segurança e administração penitenciária foram depositados com o aumento de 3,24%. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.