Granada explode em favela do Rio e fere sete pessoas

Traficante teria deixado a granada cair depois de ficar nervoso com a presença de policiais

Kelly Lima, Agência Estado

17 de fevereiro de 2008 | 15h00

A explosão de uma granada na favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, zona Norte do Rio, feriu sete pessoas, sendo que um deles, o jovem Carlos Roberto Carvalho Filho, de 16 anos, continua internado em estado grave no Hospital Getúlio Vargas. Segundo testemunhas que estavam no local no momento da explosão e prestaram depoimento à Polícia Militar, um traficante ainda não identificado pela PM entrou em uma barbearia local com a granada na mão. Ao perceber a presença de policiais na área ele teria ameaçado jogar a granada. Nervoso, ele teria deixado a granada cair no chão, causando a detonação. Ele conseguiu fugir logo após a explosão. Entre os feridos estavam dois adolescentes, com 15 e 17 anos, que foram atingidos por levemente por estilhaços na cabeça. Severina Raimunda Souza, 58 anos, e José Carlos Pereira, 40 anos, chegaram a ser levados para o Hospital de Bonsucesso, com estilhaços no peito, mas apresentam quadro estável e foram liberados em seguida. Sérgio Olegário da Silva, 49 anos, e Samuel Macedo dos Santos, 20 anos, foram atingidos na perna esquerda, e também medicados e liberados. Ainda na Maré, dois homens morreram na noite de ontem em tiroteio com a PM (Polícia Militar). Segundo a PM, a perseguição começou porque os dois estavam em um carro roubado. Depois de interceptados e cercados pelos policiais na Linha Amarela, os dois homens tentaram fugir, foram baleados e não resistindo, morrendo antes de chegar ao Hospital Geral de Bonsucesso. Ambos aparentavam ter por volta de 20 anos e não foram identificados. No carro, ainda de acordo com a PM, foram encontrados uma pistola, dois carregadores, um revólver calibre 38 e munições. O carro foi apreendido.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.