Silvia Izquierdo/AP
Silvia Izquierdo/AP

Região metropolitana do Rio teve 20 crianças baleadas somente este ano, aponta levantamento

Levantamento da plataforma Fogo Cruzado mostra ainda que cinco delas acabaram morrendo

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

12 de outubro de 2019 | 14h21

RIO - Um levantamento da plataforma Fogo Cruzado apontou que este ano 20 crianças com até 12 anos foram baleadas na região metropolitana do Rio, das quais 11 durante operações policiais. Cinco dessas crianças acabaram morrendo.

No mesmo período do ano passado, o número de crianças baleadas foi um pouco maior (21). O total de óbitos, porém, ficou abaixo do registrado este ano, três.

Segundo os números divulgados neste sábado, 12, data em que se comemora o Dia da Criança, em 2019 um total de 14 foram atingidas por balas perdidas. Quatro delas foram baleadas dentro de casa, e outras duas quando iam ou voltavam da escola.

O Rio de Janeiro foi o município da região metropolitana com o maior número de vítimas (14), seguido por São Gonçalo (2), Maricá, Magé, Itaboraí e Duque de Caxias, com um caso cada.

Um dos casos com maior repercussão neste ano foi o assassinato da menina Ágatha Felix, de 8 anos, morta dentro de uma Kombi, atingida por um disparo de fuzil durante ação da Polícia Militar do Rio de Janeiro no Complexo do Alemão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.