Pilar Olivares/ Reuters
Pilar Olivares/ Reuters

Grupo tenta assaltar turista argentino no centro do Rio; vídeo da ação viraliza nas redes sociais

Polícia Militar afirma que usou 'armamento de menor potencial ofensivo' para dispersar o grupo; no vídeo, é possível ouvir um disparo de tiro

Daniela Amorim e Denise Luna, O Estado de S.Paulo

21 de março de 2020 | 15h03

RIO - Em meio ao esvaziamento de vias públicas em função da pandemia do coronavírus, um grupo de pessoas tentou roubar um turista argentino na Rua do Lavradio, no centro da cidade do Rio de Janeiro, na tarde desta quinta-feira. A ação foi gravada por uma testemunha, e o vídeo viralizou nas redes sociais.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar, policiais do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) passavam pela região no momento do tumulto e dispensaram o grupo de assaltantes com um “armamento de menor potencial ofensivo”. No vídeo, é possível ouvir um disparo de tiro, e as pessoas se dispersando em seguida.

Os policiais detiveram um suspeito de envolvimento na tentativa de assalto. O caso foi conduzida à 5ª Delegacia de Polícia para registro da ocorrência.

A pandemia de coronavírus diminuiu a circulação de pessoas no centro da capital fluminense, mas os moradores de rua permanecem vulneráveis.

A Prefeitura prometeu disponibilizar três grandes abrigos para moradores de rua, com banho, café e monitoramento para evitar que contraiam e disseminem o COVID-19. A medida está entre as novas ações anunciadas neste sábado, 21, pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, para tentar conter a proliferação do contágio do coronavírus, que seriam publicadas em um decreto ainda neste sábado.

Os abrigos para a população de rua serão instalados em Honório Gurgel,  na zona norte, e no Sambódromo e em Santo Cristo, ambos na região central da capital.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.