SANDRO VOX/AGÊNCIA O DIA
SANDRO VOX/AGÊNCIA O DIA

Helicóptero de turismo faz pouso forçado no Rio; perícia investiga bala perdida

Piloto percebeu um problema no motor e, por segurança, decidiu pousar; marcas podem ser de disparos

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

21 Julho 2017 | 17h32

Um helicóptero que fazia um passeio turístico pelo Rio de Janeiro fez um pouso forçado em São Conrado (zona sul) após o piloto perceber um problema no motor, na tarde desta sexta-feira, 21. Há suspeitas de que a aeronave tenha sido atingida por uma bala perdida. Existem marcas no rotor de cauda que podem ser de tiros. Ninguém se feriu.

O helicóptero, que pertence à empresa Ultra Planna Táxi Aéreo, havia partido do aeroporto de Jacarepaguá (zona oeste) para fazer um voo panorâmico sobre a Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul.

Quando sobrevoava São Conrado, o piloto notou uma mudança no funcionamento do motor e, por segurança, decidiu pousar sobre uma área gramada ao lado do túnel que liga São Conrado à Barra da Tijuca (zona oeste). O pouso emergencial foi feito sem problemas e os passageiros desembarcaram ilesos.

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil, a aeronave está com a documentação em dia, absolutamente regularizada.

Perícias realizadas pela Polícia Civil e pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) vão constatar se o problema no motor foi causado por um tiro ou não. Por enquanto, segundo a Polícia Civil, só há suspeita, devido às marcas no rotor de cauda. O piloto não ouviu nenhum ruído semelhante a tiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.