Homem é assassinado perto da Estação Flamengo, no Rio

Gustavo Oliveira foi atingido por tiros quando estava sobre moto; na zona norte, três bandidos morreram após troca de tiros com policiais

Thaise Constancio, O Estado de S. Paulo

17 Outubro 2014 | 08h59

RIO - Um homem identificado como Gustavo Oliveira, de 33 anos, foi assassinado nos arredores da Estação do Metrô do Flamengo, na zona sul do Rio de Janeiro, na noite desta quinta-feira, 16. Ele estava em uma moto e foi alvejado por tiros em um dos acessos à Favela Morro Azul, que não possui Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). O caso é investigado pela Divisão de Homicídios da Capital (DH).

A vítima teria algum tipo de envolvimento com o tráfico de drogas na região, segundo a Polícia Militar. As cápsulas de pistola calibre 40 milímetros foram achadas no chão, perto do corpo de Gustavo.

Pavuna. Também nesta quinta-feira, três bandidos morreram e um ficou ferido após troca de tiros perto do Complexo da Pedreira, na zona norte, com agentes do 41º Batalhão de Polícia Militar (Irajá). O conjunto de favelas é dominado pela facção Amigo dos Amigos (ADA).

O grupo tentou roubar três carretas de cigarros que saíam da garagem da Souza Cruz, na Pavuna. Os assaltantes chegaram a fazer um dos motoristas de refém. O bandido ferido foi levado para o Hospital  Carlos Chagas, em Marechal Hermes.

Dois caminhões foram recuperados, e o refém, liberado. O terceiro caminhão estaria na Favela da Lagartixa, que integra o Complexo da Pedreira.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro Violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.