Homem é morto a tiros em comunidade na zona oeste do Rio

Agentes buscam de imagens de câmeras de segurança para ajudar a descobrir a autoria do crime; comunidade tem presença de UPP desde 2009

O Estado de S. Paulo

29 de abril de 2015 | 17h04

RIO - Um homem foi morto a tiros dentro do próprio bar na noite desta terça-feira na comunidade do Batan, na zona oeste do Rio. O corpo de Francisco Carlos Vieira de Souza, de 41 anos, foi encaminhado para o Instituto Médico Legal. PMs da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Batan estiveram no local preservando a área para o trabalho de peritos da Delegacia de Homicídios (DH), unidade da Polícia Civil que investiga o caso.

De acordo com a Polícia Civil, a perícia de local foi realizada e testemunhas já prestaram depoimento. Agentes da especializada buscam de imagens de câmeras de segurança da região para ajudar a descobrir a autoria do crime.

A comunidade do Batan é uma área de atuação de milícias. Em fevereiro de 2009, foi instalada uma UPP no local.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio de JaneirocomunidadeUPP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.