Homem é morto após ter carro alvejado por 20 tiros na zona norte

Técnico de refrigeração estava a caminho do trabalho, quando foi surpreendido por bandidos dentro de um veículo em Madureira

Carina Bacelar, O Estado de S. Paulo

25 de junho de 2015 | 13h33

RIO - Uma pessoa morreu na manhã desta quinta-feira, 25, ao ter o carro atingido por vinte tiros em Madureira, bairro da zona norte do Rio de Janeiro. Flávio Hilário de Souza, de 50 anos, não teve pertences roubados. Ele era técnico de refrigeração e estava a caminho do trabalho. Agentes da Delegacia de Homicídios (DH), que foram realizar perícia no local, trabalham com a hipótese de execução.

O crime ocorreu à luz do dia, por volta de 8h. Segundo testemunhas, bandidos estariam em um carro prata e teriam atirado para matar. Eles conseguiram fugir - sem levar nada. O corpo foi retirado do local por volta de 10h30.

A família da vítima se surpreendeu com a notícia. Patrícia Souza, mulher de Hilário de Souza, soube do que aconteceu por uma ligação para o celular de seu filho, que ela acreditou inicialmente se tratar de um trote. Eles acabaram de fazer 25 anos de casados.

"Eu achei que fosse trote, eu chego e me deparo com isso. Nunca imaginei que podia estar numa situação dessas. A gente vive com muita violência, ele tinha medo como todo mundo", contou, em entrevista ao portal G1.

Tudo o que sabemos sobre:
ViolênciaHomicídioRio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.