Homem morre e mulher fica ferida em desabamento de marquise no Rio

Duas lojas que ficam no térreo foram interditadas pela Defesa Civil; polícia investiga

Alfredo Mergulhão, O Estado de S. Paulo

18 de fevereiro de 2016 | 13h53

RIO - Um homem ainda não identificado morreu e uma mulher ficou ferida na noite de quarta-feira, 18, no desabamento de uma marquise em Madureira, bairro da zona norte do Rio. Alessandra de Oliveira, de 39 anos, foi levada para o Hospital Municipal Salgado Filho e passa bem. Duas lojas que ficam no térreo do local foram interditadas pela Defesa Civil. Um inquérito foi aberto na 29ª Delegacia de Polícia para investigar a responsabilidade pela morte.

A estrutura de concreto feriu Alessandra na cabeça, nas pernas e nos pés. Ela recebeu os primeiros socorros dos funcionários de um salão de cabeleireiros que fica ao lado do endereço do desabamento. A Defesa Civil suspeita de excesso de peso na marquise, que servia de suporte a um aparelho de ar condicionado. A condição teria se agravado com as fortes chuvas que caíram no Rio nos últimos dias.

O corpo do homem morto foi encaminhado para o Instituto Médico Legal, no Centro do Rio, para identificação. De acordo com o delegado Júlio César Pyrrho, da 29ª DP, a polícia está identificando os donos dos estabelecimentos comerciais onde ocorreu o fato para serem intimados a depor. ele também aguarda o resultados dos laudos periciais. A Defesa civil informou que os remanescentes da estrutura de concreto que cedeu serão demolidos por uma equipe da Coordenadoria de Operações Especiais.

Tudo o que sabemos sobre:
Defesa CivilInstituto Médico Legal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.