Homem que agrediu 3 em festa no Rio tem 8 passagens pela polícia

José Phelippe Castro, de 29 anos, foi preso na manhã deste domingo; ataques, com estilete, foram em bairro de classe alta

Roberta Pennafort, O Estado de S. Paulo

07 de junho de 2015 | 11h34

RIO - A polícia ainda não sabe o que motivou as agressões a três jovens no fim de uma festa no bairro de classe alta da Gávea, na manhã desse sábado, 7. O agressor, José Phelippe Ribeiro de Castro, de 29 anos, tem oito passagens pela polícia. Todas por crimes de menor potencial ofensivo: ameaça, lesão corporal de trânsito e constrangimento ilegal. Ele está prestando depoimento na delegacia do Leblon e depois segue para a Polinter.

Na manhã deste domingo, 8, Castro foi preso na própria casa. Ele não revelou por que atacou Gabriel Silva, de 21 anos, com uma arma que, ao que tudo indica, foi um estilete. Silva teve a orelha decepada. A namorada dele, Ana Carolina Romeiro, de 22, tentou defendê-lo e levou golpes no peito e no fígado; outro participante da festa, Lourenço Brenha, também tentou intervir e foi ferido na mão.

O caso de Ana Carolina é o mais grave. Segundo a polícia, Castro não conhecia a moça nem o namorado. Segundo as primeiras informações, o agressor atacou Silva por ele ter urinado no jardim da casa ao fim da festa, organizada pelo irmão dele, João Ribeiro de Castro. 

Tudo o que sabemos sobre:
riogávea

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.